WhatsApp na escola

Como usar a rede social de forma saudável

O WhatsApp é um aplicativo muito utilizado por pessoas de diferentes idades, estilos de vida e para diversos fins, mas o que fazer quando a rede social se torna um problema?

A novidade chegou até as escolas e os grupos viraram febre entre as equipes pedagógicas e os pais dos alunos, que enxergam na rede social uma possibilidade de trocar experiências. No entanto, a diversidade de opiniões, a má interpretação de frases e a impulsividade de compartilhar tudo o que acontece com a criança tem tornado o relacionamento entre os pais problemático e isso acaba afetando a rotina escolar, com queixas e insatisfações dos pais com algumas situações que chegam à coordenação da escola e gerando constrangimento às crianças por terem sua privacidade exposta para as famílias dos amigos. A criança pode sentir medo ou vergonha de ir à escola, além do risco de sofrer bullying. Uma carga emocional muito grande para quem ainda está construindo a sua identidade e descobrindo a melhor forma de se relacionar com os outros e com o mundo.

Como solucionar?

  • Evite participar de grupos e conflitos;
  • Não envie áudios, fotos ou qualquer arquivos pessoal na rede social, assim não irá expor sua família;
  • Em caso de dúvidas, agende uma conversa com o professor, coordenador ou diretor na instituição.
  • Se houver necessidade de pedir a opinião dos outros pais, é preferível marcar encontros presenciais, evitando qualquer mal-entendido.
  • Se desejar, faça a sua sugestão da Reunião de Pais. A conversa “olho no olho” transmite exatamente aquilo que se quer dizer,sendo uma ocasião perfeita para o exercício da compreensão.

Fonte: Rabbit Marketing