ROTINA NO DIA A DIA DAS CRIANÇAS

Uma das queixas mais comuns dos pais ultimamente é a dificuldade de implementar a rotina diária de seus filhos. Há também aqueles que nunca se deram conta de que tal rotina não está presente na vida deles.

Mas, você sabe o que é rotina e o quanto ela é importante no dia a dia das crianças?

Rotina é o hábito de fazer alguma coisa sempre da mesma maneira, uma prática constante, capaz de proporcionar diversos benefícios, tais como: estimular a independência, aumentar a sensação de segurança, evitar conflitos, facilitar a comunicação familiar, favorecer o desenvolvimento emocional e criar o senso de responsabilidade. 

Sabemos que, na prática, não é tão simples implementá-la, afinal os desafios diários são grandes, muitos afazeres, horários irregulares, fatores que acabam dificultando ainda mais este processo. 

Pensando em facilitar, um bom recurso que se pode utilizar para organizar as tarefas do dia a dia, e que vejo funcionar muito bem na prática, é o Quadro de Rotinas, um sistema de comunicação que facilita a memorização, traz previsibilidade, reduz a ansiedade e ajuda a compreender a noção de tempo. 

Nele, podemos inserir desde atividades simples, como escovar os dentes e pentear os cabelos, até as mais complexas, como estabelecer metas e combinados, executar e entregar as tarefas pontualmente, sem prejuízos. 

Além disso, este recurso auxilia na aprendizagem das crianças, proporcionando a chance de executarem suas tarefas de forma autônoma, o que ajudará bastante no convívio familiar, especialmente aqueles pais que levam uma vida mais corrida.   

Para confeccioná-lo, costumo sugerir a compra uma cartolina, na qual a própria criança poderá escrever as suas tarefas, desenhá-las e pintá-las.

Escreva os dias da semana na parte superior do papel de forma horizontal e no canto esquerdo de forma vertical os horários estabelecidos para cada tarefa. Trace uma linha separando os dias da semana e os horários, deixando um espaço para que a criança consiga desenhar e escrever, abaixo, suas atividades de cada dia. Se houver dúvida, a Internet possui vários modelos que podem ajudar.

O ideal é que esse quadro seja elaborado conforme as necessidades e a  disponibilidade de cada família, por isso a participação de todos os envolvidos é imprescindível, pois aumentará a probabilidade de que se cumpram as atividades e os horários previamente estabelecidos. 

Assim que estiver pronto, o Quadro de Rotinas deve ser exposto de forma que a criança o veja facilmente. 

Em geral, demanda um pouco mais de atenção e trabalho no início, pois não só a criança, mas todos que moram na casa terão que se adaptar às rotinas, e os pais provavelmente terão que ajudar, para que a criança se lembre de cumprir as atividades propostas. Espera-se que, aos poucos, as execuções das tarefas sejam automatizadas. 

Existem atividades às quais sempre peço um pouco mais da atenção dos pais ao preencherem o Quadro de Rotinas da criança, são elas:

1.Reserve sempre um tempo para que elas possam brincar, de preferência ao ar livre.

2. Inclua em sua rotina diária uma função social, ou seja, atribua como tarefa algo que ela possa fazer em benefício de todos, relevante para que se sinta importante e parte integrante da casa, da família. Podem ser contribuições simples, como regar uma planta diariamente, recolher o lixo, arrumar a sua própria cama, alimentar o animalzinho de estimação, enfim, algo que ela consiga executar conforme a sua idade e comece a se reconhecer como alguém capaz.

3.Aproveite para estabelecer limite de tempo para o uso de aparelhos eletrônicos. Procure incentivar os jogos de tabuleiro e outras atividades que estimulem o diálogo, a resolução de problemas e o relacionamento social.

4.Faça primeiro o mais importante, procure incluir a lição de casa antes das brincadeiras, assim ela não se sentirá tão cansada durante os estudos;

5.Reserve um tempo para a prática de esportes, ainda que seja na escola. Mesmo que seu filho não se torne um esportista, a interação com outras crianças contribuirá bastante para o seu desenvolvimento físico, neurológico, social e emocional.

6.O sono é muito importante para o processo de aprendizagem, portanto organize os horários das atividades de forma que elas consigam dormir o suficiente para se sentirem dispostas no dia seguinte.

7.Cuidado com o excesso de atividades. Procure estabelecer prioridade para que a rotina não se torne cansativa ou desestimulante.

 

Para qualquer que seja o recurso escolhido para implementar a rotina em casa, será necessário disciplina e comprometimento familiar. Isso não significa que devamos ser radicalmente inflexíveis, caso não seja possível dar conta de todos os objetivos, podemos revê-los até que os tornemos praticamente possíveis. Os finais de semanas, por exemplo, podem ser mais livres. 

É importante que a criança seja ensinada e treinada à rotina, pois esta é fundamental para o desenvolvimento da autonomia e da aprendizagem.

 

Texto: Thaís Valoto

Pedagoga / Psicopedagoga Clínica / Terapeuta Cognitiva Comportamental