Carreira – Psicologia

O que faz o profissional

O psicólogo estuda o comportamento humano para diagnosticar, prevenir e tratar distúrbios mentais e emocionais. Ele cuida das questões ligadas à personalidade, à motivação, à inteligência, à comunicação interpessoal, ao desenvolvimento e ao comportamento sexual. Por meio da análise das atitudes, sentimentos e opiniões do paciente, o profissional procura ajudá-lo a identificar os seus problemas e a encontrar formas de lidar com eles e com situações que fogem ao seu controle. Também auxilia na mudança de comportamentos que contribuam para esses problemas. Por isso, é fundamental que o psicólogo tenha bastante interesse pelas outras pessoas e muita disposição para ouvir. O campo de atuação do psicólogo é bastante amplo. Ele pode trabalhar em creches, escolas, unidades de saúde, hospitais, clínicas, empresas, equipes esportivas, presídios, centros de reabilitação de viciados em drogas e menores infratores, institutos de pesquisa, agências de publicidade, entre outros locais.

O curso

Dia-a-dia

Embora o estudante tenha que ler e pesquisar muito durante toda a graduação, não há apenas aulas teóricas no curso de psicologia. Você vai passar boa parte do seu tempo em laboratórios, onde vai realizar pesquisas e praticar as técnicas terapêuticas, sob supervisão dos professores. Você também terá oportunidade de exercitar seus conhecimentos durante os estágios, realizados em empresas e instituições conveniadas ou nos centros de atendimento mantidos por muitas universidades. Além de lidar com pessoas o tempo todo, você vai utilizar muito a informática, um instrumento cada vez mais importante para a realização das pesquisas na área.

Disciplinas

Para conseguir desenvolver sua habilidade de lidar com os pacientes e seus problemas, você vai precisar estudar muito. O curso tem duração média de quatro anos para o bacharelado e para a licenciatura e de cinco anos para quem pretende atuar como psicólogo. A diferença entre essas habilitações é que o bacharel trabalha como pesquisador, o licenciado dá aulas em cursos de ensino médio, técnico de pedagogia e magistério, e o psicólogo atua na área terapêutica, prevenindo e tratando distúrbios. O currículo é formado basicamente por disciplinas da área de psicologia. Você vai estudar as diferentes correntes e os instrumentos básicos de trabalho e pesquisa. Há ainda matérias da área de biológicas e humanas, como neurologia, antropologia e sociologia. Algumas escolas permitem a escolha de uma área de aprofundamento profissional no último ano do curso.

Ingressando no mercado

O primeiro passo para quem quer começar a colocar em prática tudo o que aprendeu na faculdade é o estágio. Na maioria das escolas, é necessário realizar estágio nas áreas de educação, trabalho, clínica e psicologia social. Se sua faculdade tem atividades de monitoria e iniciação científica, aproveite a oportunidade e procure participar. Assim você soma alguns pontos no seu currículo na hora de disputar uma vaga após a formatura. Para exercer a profissão na área clínica, o profissional precisa se registrar no Conselho Regional de Psicologia.

Mercado de Trabalho

Como a psicologia clínica é a especialidade mais procurada pelos novos profissionais, há muita concorrência nessa área nas grandes cidades. Por causa disso, os salários costumam ser mais baixos. Se o formado se dispuser a sair do tradicional, pode encontrar boas oportunidades. Os clubes esportivos passaram a contratar psicólogos para cuidar de suas equipes. No setor público, uma área em expansão é a de psicologia jurídica, para atuar nos tribunais de justiça, em presídios e nas varas de família. Os departamentos de recursos humanos de empresas também são grandes empregadores de psicólogos, que em geral cuidam dos programas de seleção, avaliação e qualidade de vida dos funcionários. Também tem crescido o espaço em escolas, nas áreas de psicopedagogia e orientação profissional.

 

Ocupações relacionadas