Carreira – Biologia

O que faz o profissional

O biólogo estuda os organismos vivos em seu ambiente natural, em cativeiro ou no laboratório. Sua atividade tem diversas aplicações: aumentar o conhecimento cientifico, desenvolver práticas de manejo da vida selvagem, favorecer a conservação das espécies, melhorar o aproveitamento da agricultura e contribuir para a manutenção da saúde. Para isso, analisa a origem, a evolução, a estrutura e o funcionamento dos seres vivos. Pesquisa a utilização desses organismos na fabricação de medicamentos, bebidas e alimentos. Já na área da genética, faz análises de DNA e estuda as más-formações hereditárias. Esse profissional é responsável ainda pela elaboração de laudos sobre o impacto de obras e indústrias no meio ambiente.

O curso

Dia-a-dia

Boa parte da carga horária é destinada à pesquisa em campo e às práticas de laboratório, que incluem desde a observação de microrganismos em microscópio até a dissecação de animais. Esteja preparado para muita leitura em inglês. A Biologia é uma das áreas de conhecimento que mais rapidamente avançam, e praticamente toda a produção científica de ponta é publicada nesse idioma. O estágio é obrigatório e algumas escolas exigem uma monografia de conclusão de curso. Também são exigidas 300 horas de atividades extras, que devem ser utilizadas para participar de palestras, seminários, monitoria e projetos de iniciação científica.

Disciplinas

Durante os quatro anos do curso, você vai passar por todas as áreas da biologia, em matérias como zoologia, botânica, ecologia e fisiologia. Mas se você pensava que não iria lidar com números, terá uma surpresa. O currículo também inclui aulas de física, química e estatística, que vão dar o suporte necessário para você realizar suas pesquisas. Fique atento na hora de se inscrever nos processos seletivos: algumas escolas oferecem graduação com ênfase em alguma área especifica, como ecologia, biologia marinha e análises clínicas, entre outras.

Ingressando no mercado

O estágio é uma boa oportunidade para você ter um contato mais próximo com as diferentes áreas da carreira e decidir qual delas irá seguir: aqüicultura, bacteriologia, biofísica, biologia, biologia marinha, biologia molecular, botânica, entre outras. Em meio ambiente, normalmente os estágios são realizados em parques, reservas ambientais, universidades e centros de pesquisa. Na área de biotecnologia, as ofertas estão em indústrias alimentícias, farmacêuticas, estações de tratamento de água e empresas de tratamento de resíduos sólidos. Outra boa porta de entrada no mercado são as empresas juniores mantidas por algumas universidades. Se você pretende seguir na área de pesquisa, é importante participar projetos de iniciação cientifica.

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho é muito amplo, principalmente no Brasil, país com a maior biodiversidade e a maior bacia hidrográfica do planeta. Aliando seus conhecimentos na área de saúde e meio ambiente, o biólogo tem ganhado mais espaço na pesquisa, no desenvolvimento e na execução de projetos que visam o bem-estar da população. O profissional pode atuar na área de ensino, prestar consultorias a organizações públicas e privadas, gerenciar grupos de trabalho, realizar estudos e monitoramentos de impacto ambiental, além de atuar no controle de qualidade de produtos biológicos como alimentos, produtos de origem animal, vegetal e microorganismos. A constante preocupação dos governos e da população com a ecologia abre novas oportunidades para os biólogos. Eles são chamados para trabalhar em projetos de recuperação de áreas devastadas ou na elaboração de relatórios e estudos de impacto ambiental, obrigatórios antes da realização de obras de grande porte, como estradas e hidrelétricas. Além disso, as grandes empresas estão contratando biólogos para avaliar seus impactos ambientais.

 

Ocupações relacionadas